(+351) 935398088 Inscrições: training@nlpc-incta.com

Saiba mais sobre Coaching

Afinal, o que é (e o que não é) Coaching?

Coaching é um processo de aprendizagem e desenvolvimento humano (um processo evolutivo de reflexão-ação) que visa ajudar as pessoas a realizar os seus objetivos, baseando-se nas suas próprias competências e durante o qual descobrem as suas próprias soluções. A sua essência assenta no pressuposto de que as pessoas encerram em si mesmas a capacidade de se auto-superar, de encontrar as suas próprias respostas e soluções e construir, assim, o seu próprio caminho – Sociedade Portuguesa de Coaching Profissional – SPCP

O que NÃO É coaching? Como se encontra-se em expansão, é muitas vezes confundido com outros processos ou abordagens, podendo gerar-se alguma confusão. Por isso, é fundamental distinguir-se o trabalho de um Coach do trabalho de outros profissionais. Coaching NÃO é: Terapia, Mentoring, Counseling, Consultoria, Formação.

O que faz um Coach?

Um Coach é um profissional, devidamente credenciado, que ajuda indivíduos, grupos ou organizações a alcançarem objetivos. Durante o processo de Coaching, o cliente (Coachee) é instigado a tomar consciência do seu ponto de partida e a refletir sobre o seu futuro desejado, avaliar alternativas, fazer opções e implementar ações com vista à concretização desse futuro.

Em todo este processo, o Coach acompanha-o, numa relação de parceria. Trata-se de uma atividade profissional séria, que produz um grande impacto na vida dos pessoas. O Coach é um facilitador de transformações relevantes na vida dos seus clientes.

Em suma, o Coaching proporciona às pessoas a possibilidade de alcançar objetivos de forma mais consciente, mais rápida e mais focada, alinhados com os seus valores e de acordo com os standards que elas mesmas definem.

6 pressupostos fundamentais do Coaching

1 – O futuro não é igual ao passado:

  • Em Coaching partimos desta premissa: não importa o que aconteceu no passado, o que não conseguimos ou não tenhamos sido capazes, o que fizemos ou deixamos de fazer
  • Podemos definir um novo futuro, com novas decisões a partir de hoje

2 – Não existe fracasso – apenas resultado:

  • Se a pessoa não alcançou a sua meta isso apenas significa que AINDA não a alcançou
  • O mesmo comportamento leva ao mesmo resultado: há que retirar aprendizagem e reajustar estratégias até chegar à meta

3 – É sempre possível fazer melhor do que aquilo que já se faz

  • O limite não está no Coachee e sim na forma como organiza os seus pensamentos. É possível desenvolver novas formas de pensar e agir, obtendo resultados diferentes
  • Se o que o Coachee está a fazer não está a funcionar, é preciso fazer outra coisa

4 – Os recursos de que as pessoas precisam estão dentro delas mesmas

  • As pessoas já dispõem de todos os recursos de que necessitam ou então podem criá-los – não existem pessoas sem recursos, apenas estados mentais sem recursos
  • As pessoas sabem mais do que aquilo que acham que sabem
  • O Coachee tem as respostas, o Coach as perguntas

5 – O Coachee não tem problemas e sim soluções que ainda não foram encontradas

  • Os mapas mentais que criamos limitam-nos mais do que qualquer dificuldade real do mundo externo
  • O Coach ajuda o cliente a focalizar-se nas soluções, naquilo que pode fazer e não no que não pode

6 – Para as pessoas se desenvolverem têm que AGIR

  • Para haver mudança, o indivíduo tem que ter uma participação ativa no processo: não há Coaching sem ação!
  • As soluções para chegar ao seu objetivo, são dadas pelo cliente
  • O Coaching só funciona quando o Coachee está disposto a mudar e comprometido ativamente com esse processo

Fonte: Sociedade Portuguesa de Coaching Profissional – SPCP (www.sp-coaching.pt)