PNL Sistémica

 

O que é a PNL Sistémica?

 

A PNL é um processo educacional de como usar melhor o nosso cérebro

“A Programação Neurolinguística (P.N.L.) é um manual de instruções do cérebro humano” – Richard Bandler, co-criador da PNL. Visa o estudo e compreensão da nossa experiência subjetiva, ou seja, a maneira como o nosso cérebro regista as suas experiências, como reagimos a elas e como podemos alterá-las para atingir resultados desejados e eliminarmos bloqueios e limitações aos nossos objetivos.

Em suma, a PNL permite-nos compreender como programamos a nossa mente e como podemos (re)programá-la para alcançar os resultados que queremos. Tem aplicações em áreas tão variadas como o Desenvolvimento Pessoal, a Liderança, Docência, Vendas, Marketing, Desporto, Saúde, entre outras.

 

A PNL Sistémica

O aparecimento da PNL Sistémica surge no final da década de 80. Teve como precursores Robert Dilts e Todd Epstein, que atuaram desde o início das pesquisas, como co-criadores, juntamente com Richard Bandler e John Grinder.

O seu propósito era contribuir na prática da PNL com ferramentas do pensamento sistémico, para além de enfatizar o estudo das relações recíprocas entre o homem e o seu meio moral, social, económico e o auto equilíbrio, de forma a obter soluções internas harmoniosas que levem em conta fatores como relacionamentos, crenças e valores, assegurando a eficácia e a manutenção das mudanças positivas geradas e incorporadas.

Além do trabalho de Gregory Bateson na área da cibernética, a PNL Sistémica incorporou novas ideias e princípios de outras metodologias e modelos sistémicos, como a Teoria da Auto-organização, a Tecnologia de Rede Neural e a Inteligência Artificial.

No início da década de 90, Dilts e Epstein juntaram-se com Judith DeLozier (que adicionou o seu trabalho com NLP New Coding). Esta colaboração deu origem a uma abordagem profunda e integrada, que tem sido responsável por muitos dos mais relevantes desenvolvimentos recentes na PNL Sistémica, tais como o Modelo S.C.O.R.E., os Níveis Neurológicos, a PNL Generativa e a Sintaxe Somática.

Em suma, a PNL Sistémica expande os modelos e distinções existentes na PNL, colocando-os numa visão sistémica, enfatizando a relação entre os elementos de um sistema. Os seus princípios e métodos ampliam as aplicações individuais da PNL para questões relativas a grupos, organizações e culturas.

© NLPC todos os direitos reservados